AMAZÔNIA CONTEMPORÂNEAS: CONFLITOSE PERSPECTIVAS