coronavírus – 20/03/20

coronavirus

Sétimo comunicado à comunidade acadêmica - 27/05/20

 

Prezada(o) colega,

Espero que você e todos os seus estejam passando bem e com boa saúde, tanto física quanto mental, após 65 dias de isolamento social e 72 dias sem as aulas presenciais na Universidade. Estamos todos trabalhando intensamente, apesar de ser de forma remota, e, graças a esse esforço, a Universidade continua cumprindo a sua responsabilidade acadêmica e social.

Mas também sei, e sinto isso pessoalmente, o quão angustiante é a falta do contato pessoal, do relacionamento presencial com os colegas, da interação aluno e professor, do acompanhamento de um experimento e até de uma conversa durante um café no intervalo. No entanto, acho que estamos avançando e aprendendo a lidar com o vírus e com a pandemia.

Ontem, dia 26 de maio, promovemos mais uma reunião virtual entre os dirigentes da USP para trocar experiências bem sucedidas neste período de exceção e discutir outros assuntos. Uma reunião virtual, no caso com quase 130 participantes, não permite muita discussão e acaba se tornando, essencialmente, uma oportunidade de atualização das informações. Mesmo assim, esses encontros são imprescindíveis para manter e fortalecer o espírito de corpo da nossa instituição.

Iniciamos por uma apresentação sobre a situação da pandemia no Estado, desta vez feita pelo professor Dimas Covas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), que, além de diretor do Instituto Butantan, agora coordena o Comitê de Contingenciamento do Coronavírus, ligado ao Governo do Estado. Em resumo, Covas informou que ainda estamos no meio da crise, sem termos atingido o pico da epidemia. É certo que este está sendo um ano de muitos desafios, que espero seja acompanhado de muita saúde pela comunidade da USP.

Em seguida, tivemos uma atualização da situação financeira da Universidade, realizada pelo coordenador da Administração Geral (Codage), professor Luiz Gustavo Nussio. A queda da arrecadação está sendo acompanhada, de forma continuada, pela Reitoria e pela Comissão de Orçamento e Patrimônio (COP).

A parte principal da reunião foi a discussão das diretrizes gerais de como readequar o semestre letivo quando do eventual retorno às atividades presenciais. As premissas fundamentais para essa retomada são:

  • Garantir, da melhor maneira possível, a segurança da comunidade da USP e, para isso, além das normas exigidas pelas autoridades sanitárias, as recomendações do GT USP Covid-19 serão adotadas;
  • Descentralizar as decisões específicas, cabendo aos responsáveis o detalhamento das diretrizes locais, com a aprovação das chefias e das diretorias;
  • Continuar, remotamente, todas as atividades que estão sendo efetuadas de maneira eficiente até a sua conclusão.

Continuam suspensas, por enquanto, as seguintes atividades:

  • Viagens ao exterior;
  • Viagens nacionais, exceto para assuntos de interesse da Universidade, com autorização do dirigente da Unidade. Participação em comissões julgadoras de defesas ou de concursos tem que ser feita remotamente;
  • Trabalhos de campo, viagens didáticas e estágios, exceto para a área da Saúde, de cursos de graduação;
  • Seminários e outros eventos científicos presenciais, dentro ou fora dos campi;
  • Eventos artísticos e culturais presenciais, dentro ou fora dos campi.

As diretrizes para a conclusão das atividades didáticas do semestre só serão estabelecidas após as Unidades informarem a situação de suas respectivas atividades, destacando as suas peculiaridades. Ficou definido que as Unidades têm até o dia 9 de junho para encaminhar os referidos informes, tendo sido constituído um grupo de trabalho, liderado pelo vice-reitor, para sistematizar todas as informações recebidas.

O grupo de trabalho apresentará essa sistematização na próxima reunião dos dirigentes, agendada para o dia 16 de junho. Somente após esse trabalho poderemos definir um calendário viável, para que todos nós consigamos iniciar o planejamento das atividades.

Novamente enfatizo meus agradecimentos a toda comunidade da USP pelo esforço e pela dedicação em manter as atividades essenciais e as aulas em andamento, e, com isso, permitir que a Universidade cumpra o seu dever de atender à sociedade. Reforço os agradecimentos aos colegas da área da saúde pelo brilhante trabalho que está sendo desenvolvido nos complexos hospitalares e nos laboratórios.

Continuem se cuidando e seguindo as recomendações das autoridades sanitárias. Espero revê-los em breve, com muita saúde.

Atenciosamente,

Vahan Agopyan, reitor

27/05/2020

 

*** a) Servidor com 60 anos de idade ou mais; b) Servidores com doenças respiratórias crônicas, cardiopatias, diabetes, hipertensão ou outras afecções que deprimam o sistema imunológico; c) Servidores com filhos até 10 anos de idade; d) Servidora gestante.